Curar Aftas
4.9 (98.18%) 11 votes

Você já teve aquela sensação de ardor, coceira ou dor na boca, que ao olhar no espelho, você descobre que é uma afta? As aftas são pequenas úlceras que podem aparecer na língua, nos lábios, nas gengivas ou na garganta, causando muito desconforto e dificuldade para comer, beber ou falar. Mas o que causa as aftas e como curá-las mais rápido?

Neste artigo, vamos te explicar o que são as aftas, quais são as suas possíveis causas e como tratá-las com 5 dicas infalíveis, que vão aliviar os seus sintomas e acelerar a sua cicatrização. Confira!

O que são as aftas?

Curar Aftas

As aftas são lesões ovais, rasas, esbranquiçadas ou amareladas, com bordas avermelhadas, que se formam na mucosa oral. Elas não são contagiosas, mas podem ser muito dolorosas e incômodas. As aftas podem ter vários tamanhos, desde milímetros até centímetros, e podem ser únicas ou múltiplas.

As aftas costumam durar de uma a duas semanas e se curam sozinhas, sem deixar cicatrizes. No entanto, se elas forem muito grandes, frequentes, persistentes ou acompanhadas de outros sintomas, como febre, mal-estar ou ínguas, é importante procurar um médico ou um dentista, pois elas podem indicar alguma doença mais grave, como câncer oral, doença celíaca, doença de Crohn ou doença de Behçet.

Quais são as causas das aftas?

Ainda não se sabe exatamente o que provoca o surgimento das aftas, mas existem alguns fatores que podem desencadear ou piorar as lesões, como:

– Traumas locais, como mordidas, escovação excessiva ou uso de aparelhos dentários.
– Estresse emocional, ansiedade ou depressão.
– Alterações hormonais, como na gravidez, na menstruação ou na menopausa.
– Deficiências nutricionais, como de vitamina B12, ferro, zinco ou ácido fólico.
– Alimentos ácidos, picantes, salgados ou alergênicos, como frutas cítricas, tomate, chocolate, café, leite ou glúten.
– Refluxo gastroesofágico, gastrite ou úlcera péptica.
– Infecções virais, bacterianas ou fúngicas na boca.
– Doenças autoimunes, como lúpus, artrite reumatoide ou síndrome de Sjögren.
– Uso de certos medicamentos, como anti-inflamatórios, antibióticos ou quimioterápicos.

Como curar aftas mais rápido?

Embora as aftas se curem sozinhas, existem algumas dicas que podem ajudar a aliviar a dor, a inflamação e a infecção, e a acelerar o processo de cicatrização. Veja a seguir 5 dicas infalíveis para curar aftas mais rápido:

Faça bochechos com água morna e sal

A água morna e sal é um remédio caseiro simples e eficaz para as aftas, pois o sal tem ação antisséptica, bactericida e cicatrizante, e a água morna ajuda a limpar e a acalmar a mucosa oral. Para fazer o bochecho, basta dissolver uma colher de chá de sal em um copo de água morna e bochechar por alguns segundos, duas a três vezes ao dia. Cuspa a solução em seguida e evite engolir.

Aplique gelo ou compressas frias

O gelo ou as compressas frias são ótimos para reduzir a dor e o inchaço das aftas, pois provocam uma anestesia local e diminuem a inflamação. Você pode aplicar um cubo de gelo ou uma compressa embebida em água fria diretamente sobre a afta, por alguns minutos, várias vezes ao dia. Tome cuidado para não queimar a pele com o gelo e não usar compressas sujas ou contaminadas.

Use pomadas, sprays ou soluções orais

Existem vários produtos farmacêuticos que podem ser usados para tratar as aftas, como pomadas, sprays ou soluções orais, que contêm substâncias anti-inflamatórias, analgésicas, cicatrizantes ou antibacterianas. Esses produtos devem ser aplicados diretamente sobre a afta, seguindo as orientações do médico ou do dentista, e do fabricante. Alguns exemplos de produtos para aftas são:

– Triancinolona acetonida: é um corticoide que reduz a inflamação e alivia a dor. Pode ser encontrado com os nomes comerciais de Omcilon A orabase, Mud oral, Oncileg-A ou Coliaft pomada.

– Ácido hialurônico: é um hidratante, protetor e cicatrizante da mucosa oral. Pode ser encontrado em associação com o aloe vera, com o nome comercial de Kin care gel bucal.

– Policresuleno: é um cicatrizante e regenerador da mucosa oral. Pode ser encontrado com o nome comercial de Albocresil gel ou solução.

– Hexamidina e tetracaína: são um antisséptico e um anestésico, respectivamente. Podem ser encontrados com os nomes comerciais de Hexomedine spray ou solução, ou Isetionato de hexamidina com cloridrato de tetracaína solução.

Consuma alimentos ricos em vitamina C

A vitamina C é essencial para a saúde da mucosa oral, pois ajuda na formação do colágeno, na cicatrização das feridas, na prevenção de infecções e no fortalecimento do sistema imunológico. Por isso, consumir alimentos ricos em vitamina C pode ajudar a curar as aftas mais rápido, além de prevenir o seu aparecimento. Alguns exemplos de alimentos ricos em vitamina C são:

– Acerola, laranja, limão, kiwi, morango e outras frutas cítricas. Evite consumir essas frutas in natura ou em sucos, pois podem irritar as aftas. Prefira consumi-las em forma de geleia, compota ou vitamina com leite ou iogurte.

– Brócolis, couve, espinafre, pimentão e outras verduras e legumes. Consuma esses alimentos cozidos, refogados ou em sopas, pois assim eles ficam mais macios e fáceis de mastigar.

– Carnes, ovos, leite e derivados. Esses alimentos também são fontes de proteína, ferro e zinco, que são importantes para a cicatrização das aftas.

Confira também : Porque usar Limão Todos os dias Pode Transformar sua Saúde

Evite alimentos que pioram as aftas

Alguns alimentos podem piorar as aftas, pois são irritantes, alergênicos ou ácidos, e devem ser evitados até que as lesões se curem. Alguns exemplos de alimentos que pioram as aftas são:

– Café, chá preto, refrigerantes, bebidas alcoólicas e outras bebidas estimulantes ou ácidas. Essas bebidas podem causar ardência, dor e inflamação nas aftas. Prefira beber água, água de coco, chá de camomila ou suco de maçã.
– Chocolate, queijo, amendoim, castanhas, nozes e outros alimentos alergênicos. Esses alimentos podem desencadear ou agravar as aftas em pessoas sensíveis. Evite consumi-los se você notar que eles pioram as suas lesões.
– Tomate, abacaxi, vinagre, picles, molhos picantes e outros alimentos ácidos ou condimentados. Esses alimentos podem irritar e inflamar as aftas, dificultando a sua cicatrização. Evite consumi-los até que as lesões desapareçam.

Conclusão sobre curar aftas

Neste artigo, você aprendeu o que são as aftas, quais são as suas possíveis causas e como curá-las mais rápido com 5 dicas infalíveis, que envolvem bochechos, compressas, pomadas, alimentação e prevenção. Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que ele tenha sido útil para você.

Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou opinião, deixe seu comentário !

By eduardo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *